sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

os pássaros


Os pássaros dizem que hoje vivi pouco.

Lá fora existe um fim de dia

em forma de cálice de prata.


A luz da terra é agora cega,

mostra-me a casa que morreu.


Olho as pedras incertas na parede:

que sabem as aves do que eu sei?


Os pássaros insistem que lá fora

existe o ocidente, e vão embora

num azul que nunca entenderei.


I.C.P.